sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
domingo , 18 fevereiro 2018
Taxidermista de pelúcia. A arte incrível de Mr. Finch

Taxidermista de pelúcia. A arte incrível de Mr. Finch

FinchEm tempos de proteção à natureza e aversão a animais mortos, a taxidermia (arte de empalhar animais mortos) torna-se cada vez mais bizarra. Mr. Finch recria a arte, ou ao menos a parte plástica dela, com algodão e texturas, criando uma série de objetos artísticos incríveis.

Suas peças também remetem ao universo enciclopedista, dos pesquisadores que catalogavam (como hobby ou profissão) a fauna e flora ao redor do mundo, como cogumelos e insetos (entomologia), pregando-os a tábuas, com as respectivas referências técnicas, como nome, espécie, família, etc. Um trabalho único no mundo, original e belíssimo.

Veja sua coleção de cogumelos abaixo:

Inglês de Leeds, o artista não revela seu nome de origem, adotando apenas o apelido que recebeu como artista. Finch afirma em seu website que não possui nenhuma formação artística oficial, que tentou uma série de cursos, mas acabou por criar seu estilo e aperfeiçoar sua técnica por conta própria. Encontrou na costura a expressão mais perfeita de seu universo estético e, por que não dizer, simbólico. Para criar, Finch afirma inspirar-se em filmes antigos e na tradição britânica tanto do folclórica pagão quanto das ciências naturais. Utilizando tecidos de algodão e estampas antigas, ele consegue não só reproduzir quase à perfeição animais como pássaros e raposas, como confere às obras um ar antigo, secular, particularmente pelas cores e materiais que usa. Veja alguns de seus pássaros:

A taxidermia é uma prática que remonta ao antigo Egito, desde o séc. V a. C., popularizou-se durante a baixa Idade Média, particularmente na França e Inglaterra, onde o desenvolvimento científico foi mais acentuado nessa época, embora por frentes diferentes, chegou ao auge durante o Iluminismo. A França via seus enciclopedistas esquadrinharem o conhecimento sistematizado pelo homem civilizado, enquanto os britânicos catalogavam a fauna e flora, numa abordagem mais empírica do conhecimento. Mr. Finch afirma divertir-se com a caça a novas obras, tanto no que diz respeito ao ser que será produzido quanto sobre a textura que será empregada. Seu processo criativo passa pela visita a hotéis velhos, buscando cortinas e estofados amarelecidos pelo tempo, assim como busca dar vida ao imaginário milenar inglês, suas bruxas, druidas, seres da natureza que assumem formas humanizadas. Veja sua coleção incrível de insetos, como as mariposas (onde o trabalho com estofados fica bem evidente, repare nas asas):

Finch também tem fixação por coelhos e raposas, animais típicos do folclore inglês, assim como vem ousando algumas criações oníricas (seu horizonte criativo é ilimitado), como uma linda raposinha com asas. Sua busca estética lembra a fixação do artista italiano Serafini, criador do Codex Seraphinianus, sobre o qual já falamos no artico: O livro mais incrível da história. Veja abaixo a galeria de imagens de seus animais:

Seu trabalho está à venda em três lojas inglesas (em York, Londres e  West Yorkshire), mas também é possível adquirir suas criações pelo site Estyshop (é necessário cadastro para comprar). O site do artista é http://www.mister-finch.com/, onde pode ser encontradas mais algumas amostras de sua obra, seu blog e endereço de fanpage.

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm