sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
quinta-feira , 24 agosto 2017
Quando a Síria recebeu os refugiados europeus

Quando a Síria recebeu os refugiados europeus

Uma das mais graves consequências indiretas da Segunda Guerra Mundial foi a migração de famílias fugindo dos centros de conflito. Massas de pessoas tentavam sobreviver em caravanas que atravessaram as fronteiras de vários países europeus em busca de asilo e mínimas condições de continuarem suas vidas, enquanto o Eixo e os Aliados travavam suas batalhas impiedosas. Um dos destinos seguros era justamente o Oriente Médio, nos campos de apoio a refugiados administrados pela MERRA (Middle East Relief and Refugee Administration), em países como Sìria, Egito e Palestina.

Dezenas de milhares de famílias francesas, alemãs, espanholas, italianas, sérvias, checas, polonesas faziam caravanas em direção ao leste, onde organismos como a Cruz Vermelha, a International Migration Service e a Save the Children Fund os receberia, contando com o apoio solidário do povo sírio, palestino e egípcio. Em termos numéricos, estima-se que cerca de 60 milhões de pessoas tiveram que se mudar de suas residências por conta da guerra. Na atual crise migratória ocorrendo com a Síria, estima-se um número próximo a 12 milhões (http://graphics.wsj.com/migrant-crisis-a-history-of-displacement/)

É o momento propício para recordar esse fato histórico, mediante a atual crise de refugiados que a Europa tem vivido, só que de fluxo contrário. Agora, quem busca auxílio chegando em caravanas ou barcas apinhadas de famílias tentando sobreviver, são os sírios, e os europeus discutem em seus parlamentos que medidas tomar, com estas fotos abaixo argumentando uma dívida de gratidão a ser paga (as imagens foram coloridas pela sueca especialista em coloração digital de imagens antigas Sanna Dullaway, por comissionamento pago pela revista TIME)

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

4 comentários

  1. Vocês nâo tem vergonha de dar informaçâo falsa mesmo? Olha a vagabundagem que vocês fazem pelo simples fato da Europa nâo poder aguentar o fluxo de emigrantes, o abestados da página, eles nâo fazem isso por ódio, eles estâo discutindo isso por que eles primeiro devem de pensar no povo antes que nos dos outros.
    Vocês sâo um bando de progresista retardados mesmo.

    • Não consigo entender em qual passagem do artigo você encontrou tanta crítica. “os europeus discutem em seus parlamentos que medidas tomar” não quer dizer que “Os europeus não estão deixando os imigrantes entrarem por ódio”, como você critica de forma bem hostil e mal-educada. Você está projetando nessa matéria uma agressão que ela não faz. O fato histórico aconteceu, foi um fluxo migratório gigantesco, a solidariedade também não foi imediata, possivelmente os sírios, egípcios, armênios da época também discutiram a viabilidade de receberem refugiados da 2ª Guerra, talvez muitos levantassem as mesmas questões que hoje se discutem nos parlamentos europeus. Em questões dessa ordem não há opinião fácil unilateral, não há verdade simples.

    • Boa noite…
      Posso ate concordar com o seu comentario ,desde que eu entenda seu pensar.
      Voce chama o cara de progressista e voce oque e???? ditador,extremista…….
      Europa nao pode aguentar o fluxo de imigrantes…..eles pensam primeiro no povo antes que nos outros,
      O mundo ta no caos por isso mesmo,muros,barreiras fronteiras etc…..somos gados na mao deles (os chefes do mundo).
      Agora veja…..
      Pensar no povo= Ser humano.
      Nos outros= Ser humano.
      Qual a diferença ai??? o capitalismo,industrialismo, lhe ensinou assim.
      E prepare se,que estamos perto mais muito perto de uma terceira guerra mundial……Quem viver vera.

  2. Triste essa situação.

Deixe uma resposta para Gilson Marques Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm