sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
sábado , 25 março 2017
Psicose em abóboras. Stop-motion incrível de Yuliya Tsukerman

Psicose em abóboras. Stop-motion incrível de Yuliya Tsukerman

Daqueles tipos de obras que levantam várias perguntas, todas provenientes do espanto incrível provocado pelo que vimos, tipo: “Por quê?”, “Como assim?”, “Como ela fez isso?”. Que tal gravar a sequência mais famosa dos filmes de suspense de todos os tempos em stop-motion, fotografando quadro a quadro em abóboras esculpidas, como no halloween, com luz por dentro delas e tudo. Foi o que a artista Yuliya Tsukerman, que mora no Brooklin, fez para homenagear o metre Alfred Hitchcock e seu clássico Psicose.  Em seu site (http://yuliyatsukerman.com/pumpkins/), Yuliya mostra as etapas de produção, cada uma das abóboras (algumas foram usadas dos dois lados), a sequência de cenas e o processo de montagem. Veja o resultado, depois, saiba mais sobre a criadora do vídeo:

O trabalho consumiu duas semanas de entalhes, realizado de forma semelhante ao trabalho com linóleo feito por gravuristas, inclusive com as mesmas ferramentas. Usando projeção, traçou as linhas de cada quadro em um entalhe de 16×9 cm e gradativamente deu forma à futura cena. Conforme concluía uma, fotografava, com a luz apagada, apenas utilizando uma lanterna dentro da abóbora para o efeito de iluminação. Nenhum efeito foi adicionado às fotos. Ela já tinha feito pequenas aventuras com essa técnica, como uma cena do clipe Feminist de Beyouce, um close de Laura Palmer (Twin Peaks de David Linch, inclusive do anãozinho satânico do filme, também), mas foi sua primeira obra mais longa. Veja algumas imagens das matrizes e seu ambiente de produção:

Além de animadora (na verdade foi seu primeiro trabalho de grande porte em animação stop-motion), Yuliya Tsukerman é dramaturga, artista plástica, ilustradora e colecionadora de antiguidades (por hobby). Já havia alcançado uma mídia interessante quando divulgou seu trabalho com ovos de avestruz, numa iniciativa de recuperar uma prática comum aos navegadores americanos e ingleses do século XIX, quando costumavam gravar imagens em ovos durante suas viagens. Ela fez uma série fantástica de ovos entalhados e pintados, após pesquisar o processo de produção original mencionado, disponibilizando-os para venda em seu perfil na Etsy. Veja que trabalho magnífico:

Mais sobre a artista em seu instagramtumblr e twitter.

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm