sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
sexta-feira , 23 fevereiro 2018
Pompa Imperial: a arquitetura pós-URSS nas fotos de Frank Herfort

Pompa Imperial: a arquitetura pós-URSS nas fotos de Frank Herfort

Um fotógrafo alemão registrando imagens da nova arquitetura russa, ou das antigas repúblicas que pertenciam à URSS, pós-queda do comunismo. Seria simples assim, não fosse a contundência de seu olhar, o texto por detrás de fotos tão incríveis quanto as obras que registram e o contexto nos quais foram captadas. Talvez Herfort tenha produzido um dos documentos mais eloquentes sobre a transição do maior projeto comunista do mundo à modernidade capitalista.

O trabalho foi realizado ao longo de alguns anos, em que Frank viajou por vários países que pertenceram à União Soviética, como o Cazaquistão e Azerbaidjão, além de províncias longínquas da Rússia, intrigado com as imagens de edifícios ostentosos em Moscou. Atravessando a Rússia, percebeu construções imensas e coloridas e intuiu haver mais significação nelas que apenas moradias ou condomínios corporativos, são um símbolo de poder grandioso oprimindo a população: “Eu nunca tive a ideia de que estes edifícios haviam sido construídos e projetados para as pessoas. Se você for para dentro de alguns deles ou ao redor, vê que não há infra-estrutura, sem pavimentação, sem acesso real”, disse o fotógrafo em entrevista à BBC.

Grita aos olhos dos passantes mais sensíveis a intenção ostentação, prestígio, glamour, não há economia nas linhas, nos detalhes, são construções hiperbólicas contrastando com a época de sobriedade dos anos comunistas. Segundo o artista, “os ricos adoram, os pobres detestam”, numa declaração simplória do sentimento de um povo que viveu um sonho de igualdade, sofreu oprimido por um regime implacável, segregado do resto do mundo, alheio à sociedade de consumo e dos privilégios do mundo capitalista, vendo ruir nesses símbolos seus últimos suspiros de uma nação igualitária e livre. Veja o vídeo de divulgação do seu trabalho:

Embora as imagens sejam escolhidas a dedo para não haver dúvidas do contraste entre a Rússia antiga e a proposta contemporânea (perceba que am mais de uma foto há em primeiro plano um carro da antiga Rússia socialista, representativo do atraso tecnológico e de design desse período), Frank Herfort afirma que em praticamente todos os ângulos possíveis tais edificações soam díspares, fora do contexto, ou melhor, determinando um novo contexto, uma nova nação.

O resultado do trabalho trabalho de Frank Herfort é o livro: IMPERIAL POMP – POST SOVIET HIGH-RISE

Conheça também A espetacular igreja dos catadores de lixo e o conjunto predial em Milão que será A primeira floresta vertical do mundo

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

Um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm