sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
domingo , 19 novembro 2017
Leitura: Mr. Gwyn – Mais um milagre de Alessandro Baricco

Leitura: Mr. Gwyn – Mais um milagre de Alessandro Baricco

alebaricco-1Começo a resenha declarando que sou fã de Alessandro Baricco, autor do livro Mr. Gwyn, portanto me abstenho de qualquer compromisso com a imparcialidade, adoro o que esse cara escreve e como escreve. Baricco é um fantástico contador de histórias, tem talento para desperdiçá-las, criando várias mininarrativas em seus romances que, por si só, dariam outro livro, mas ficam na resenha. Em Mr. Gwyn ele faz isso de novo, mas pior, escreve ainda histórias que desesperadamente não conta.

Especialista em produzir um ambiente misterioso e mágico ao redor de seus personagens, Baricco já começa o romance apresentando seu protagonista, Jasper Gwyn, como um ex-escritor, recém publicando num grande jornal uma lista de 52 coisas que nunca mais fará de novo, entre as quais, escrever um livro! Seu agente literário (e melhor amigo) fica maluco, acha que é estratégia de marketing, elogia e brinca com Jasper e tenta tudo para demovê-lo do projeto, mas Jasper é um cara enigmático.

Como o narrador é onisciente, sabemos por ele o que o Sr. Gwyn pensa, planeja e sofre, tentando encontrar alguma outra ocupação que dê sentido à sua existência. Ele vive o mal moderno da angústia perante a função social que “escolhemos” e à qual acabamos submetidos, determinados. Seu basta é estranho, pois tem certa fama, é reconhecido, tem críticas positivas. Mais que o incômodo com sua privacidade e a expectativa sobre sua vida, o que o incomoda é não mais se identificar com o que faz. Dá o salto, como muitos casos que estamos vendo na mídia, gente que larga emprego e família para viajar o mundo, virar artista, dar seu salto no escuro.

alessandrobariccoBaricco é mágico, insere feitiçaria livremente em suas histórias. Jasper quer ser copista, fazer cópias de alguma coisa, mas não sabe bem se essa profissão existe, ou se há demanda para esse tipo de serviço. Então descobre o que irá fazer: escrever retratos. Lógico que não vou contar como, mas o serviço aparece por volta da metade do livro, encantando toda a narrativa com mistério e poesia como só os grandes escritores conseguem fazer. Nesse ponto fica impossível largar o livro e o leitor perderá o sono, o descanso e, talvez, o emprego para saber o que será aquilo tudo que o esquisito Jasper Gwyn está fazendo, primeiro com a secretária de seu agente (emprestada), que acaba virando sua secretária depois, depois com outros clientes que ela agenciará.

A revelação é maravilhosa, construída já em meio a uma fantasia que já faz sentido, ainda não entendemos, mas conseguimos intuir. E o mestre ainda guarda um feitiçozinho final, deixando o leitor com a dupla sensação de querer mais um pouco, mais clareza, uma certeza concreta pelo menos, e a convicção de ter presenciado um milagre, belo e revelador.

statements_179736NOTA: o livro seguinte de Baricco (que ainda não li, mas já comprei) é justamente o citado no final do romance: “Três vezes amanhecer”. Portanto, feche o pacote e compre os dois.

Alessandro Baricco é um dos mais importantes escritores italianos da atualidade. Formado em filosofia e piano, tem grande parte de sua carreira dedicada à música, tendo sido crítico musical e apresentador de talk show na RAI TV. Mas a publicação de seu primeiro romance, o maravilhoso “Mundos de Vidro”, decretou sua verdadeira identidade artística, o mundo literário se espantou e queria mais. Criou uma escola para escritores em Turim, chamada Scuola Holden (em homenagem ao personagem de “O Apanhador no Campo de Centeio”, de Salinger), já dirigiu um filme e publicou outros 12 romances (incluindo Mr. Gwyn, de 2011). Dentre os que li, “Esta História” é uma das leituras mais especiais que tive em toda minha vida.

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm