sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
terça-feira , 22 maio 2018
GG Allin – o único punk da história (Cuidado – cenas fortes)

GG Allin – o único punk da história (Cuidado – cenas fortes)

Pisar em pintinhos, como o Kiss, morder um morcego, como Ozzy, cantar vestido de mulher, simulando sexo com o microfone, como Lux Interior, do The Cramps, Alice Cooper, Marilyn Manson, todos esses malucos juntos são o jardim da infância de GG Allin, o punk mais punk da história. Para quem tem estômago forte, selecionamos dois vídeos no final do artigo. Já aviso: se você acha roda punk uma violência, um horror. Pare aqui.

GG Allin SBandFMais apropriado impossível, chamava-se Jesus Christ Allin. Carinhosamente chamado por Jeje por seu irmãozinho, acabou virando GG Allin. Sua performance nos palcos imundos do underground incluía defecar, atirar a merda na plateia, esfregá-la no próprio rosto, comê-la. Também era usual arrebentar o rosto no microfone, enfiá-lo no ânus, esfregar-se com cacos de vidro, cortar a barriga, tudo isso pelado e de coturno. Dava botinadas no público, não se importava nada em apanhar, arrastava pelos cabelos qualquer um que pegasse desprevenido, depois se esfregava nele, não havia limites para o cara.

Acabou recebendo o rótulo de maluco, psicopata, desvendaram sua história de vida, descobrindo que seu pai era um fanático religioso, alcoólatra, ameaçava matar a família toda (chegou a cavar os buracos das covas de cada um no porão da casa onde moravam), mas GG nunca admitiu que houvesse relação entre seu passado bizarro e as bizarrices de suas apresentações. Sua mãe mudou seu nome quando ainda era pequeno, passou a se chamar Kevin Michael Allin, talvez antecipando os problemas que teria com o filho, que já era endiabrado. Tantas confusões que causou acabou incluído em uma turma de excepcionais por um ano.

ggallinDescobriu no punk, tanto na música quanto na proposta ideológica, a forma mais perfeita de identificação com seu mundo interior caótico. Mais que um músico, GG Allin foi um terrorista, anarquizando todas as normas de conduta por onde esteve, sendo frequentemente preso ao final de seus shows, seja por atentado violento ao pudor, por desacato à autoridade, porte ilegal de arma, provocar a desordem. Na última década de sua carreira era raro que um show seu terminasse sem policiais desligando tudo e levando o astro, já todo ensanguentado e cheio de merda pelo corpo, ou desmaiado depois de tanto sangrar.

Montou um fanzine em que se autoproclamava o profeta do rock, prometendo suicidar-se no palco. No show que programou sua morte em público, não pode comparecer, pois estava preso. Sempre com seu irmão Merle, tocou e cantou ao lado dos ex-MC5s no The Jabbers, compôs muitas músicas sempre cheias de palavrões e escatologia (I wanna fuck myself, Kill thy father, Rape thy Mother), depois formou a Texas Nazis, ironizando os texanos que, tradicionalmente homofóbicos, o odiavam. Seu vício em heroína e álcool acelerou o fim da banda. O auge de sua carreira foi com os Murder Junkies (viciados em assassinato), cujos membros acompanhava sua loucura nos palcos cada vez mais raros. Dee Dee Ramone não aguentou dois dias na banda. Os vídeos disponíveis no youtube são com essa formação.

No fim de junho de 93, com o “Criminal Quartet”, sua última banda, teve seu show interrompido pelo dono do bar e saiu pelas ruas da cidade completamente bêbado e sujo de cocô. Acabou numa festa na casa de um amigo, onde aplicou uma dose cavalar de heroína e morreu esquecido num canto da casa. Horas depois descobriram que havia morrido, chamaram os médicos enquanto continuavam a festa, batendo cinzas de cigarro sobre seu cadáver. Morto, foi velado ali mesmo, de cueca, imundo, com seus discos ao redor.

gg4Afirmava categoricamente que “estava sempre no controle” do que fazia, que nada era inconsciente. Sua postura é o ápice do ideário destrutivo propagado pelo movimento punk, cuja premissa era a destruição completa da civilização como está, ou, pelo menos, a negação completa de todos os valores por ela propostos, desde o consumo até a religião e a ética cristã. GG Allin viveu em plenitude essa proposta. Visite o site oficial do maluco. Algumas de suas frases (as publicáveis):

– “Eu não tenho influências, nenhum herói, sou apenas eu.”
– “Todo mundo é um inimigo. Eu odeio todo mundo. Eu não sou parte de cena nenhuma. Eu faço do meu jeito. Minha mente é uma arma, meu corpo são as balas, a audiência é o alvo.”
–  “Se você acha que eu estou nessa por dinheiro você está totalmente enganado. Eu faço isso porque isso vive dentro de mim.”
–  “Eu tenho visto pessoas na minha platéia saindo com ossos quebrados, braços quebrados. Eu as tenho visto cagadas,. Eu tenho visto estupros antes de mim.”
– “Se eu não fosse músico poderia ser um serial killer ou um assassino de massa.”
– “Eu estou tentando trazer de volta o perigo ao rock ‘n’ roll e não há limites e leis, e eu botarei abaixo toda barreira posta à minha frente até o dia em que eu morrer.”

Hilário: em 2003, estudantes da Federal de Florianópolis organizaram um evento na cidade para homenagear os 10 anos da morte de GG Allin. Para divulgar o encontro, foram a um programa televisivo “anunciar” a homenagem ao ídolo que pregava a paz no rock e o fim das drogas. Veja o vídeo (repare nos estudantes rindo por detrás do apresentador):

Agora assista a uma apresentação do mito do punk. Aqui, interpretando sua canção mais emblemática e famosa: “Bit your scum”

Aqui uma compilação de melhores cenas do maluco brigando com a plateia.

Para os doentes que realmente gostaram dessa demência, segue o documentário inteiro sobre GG:

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

26 comentários

  1. vao se fuder eu fui o verdadeiro espirito punk

  2. Muy buena biografía, saludos amigo.

  3. Ele era revoltado por causa do pitinho que tinha kkkkkkkk

  4. Que lixo! O cara comia a própria merda e batia no público… Ainda tinha gente que pagava pra ver isso??? Lamentável!!!

  5. Esse cara era uma piada de mau gosto! auehuaheuaheuahe
    Doente mental sem talento e revoltado por conta do micropênis! XD Quem gosta desse imbecil só pode ser retardado!

  6. Esse cara era um verdadeiro transgressor! e foi além do lixo de condição humana que todos temos. Respeitem um ser que tem coragem suficiente pra por o cu dele na reta, LITERALMENTE!

    Claro que é perturbador, mas tem muito mais além do que as chocadas cabeças formatadas dessas mentes pequenas!

    GG ALLIN VIVE!!!!

  7. se o cara viesse me dar porrada no meio show eu jogava um tijolo na cara dele

  8. Não vejo nada de errado.
    Com um pintinho desse, tem que cagar no chão e comer mesmo.

    PERDEDOR DO xxxxxxxx.

  9. UEHUEAHUEHUH Não consegui de notar no piruzinho pequeno dele. Manooolo kkkkkkkkk

  10. “Se eu não fosse músico poderia ser um serial killer ou um assassino de massa.”

    Acho que nessa frase, por incrível que pareça, ele mostrou alguma racionalidade.

    Esse lance de defecar…putz. Nojo elevado a “n”

  11. acho que ate entendi o por que te ser revoltado……problemas de ……ah! deixa para lá não sou galinha para cuidar de pinto

  12. Olha o tamanho do pinto do cara… Toda razão de estar “putinho” assim…

  13. Por mais que o punk seja marcado por caos, eles tinham uma ideologia que não girava em torno disso. Então ele não foi o único punk de verdade T_T

    • As pessoas confundem muito o que é ser Punk e o que é a ideologia PUNK e Anarcopunk. Ai acabam endeusando um rapaz que era apenas um cara problematico que exorcisava todos os seus “demonios” no palco, nas letras das músicas e nas drogas…
      Ele não foi o único Punk de verdade, duvido um pouco que ele fosse Punk de verdade…

  14. Isso nao é punk , é uma desculpa pra usar droga e dar uma de louco , punk é bem diferente .

  15. kkkkkk q issooo tá loco meu, ainda prefiro ir num show desse doq do Luan Santana.

  16. Eu tb compreendi… Pinto pequeno hehehe

  17. kkkk timbau, realmente…. o primeiro video explica tudo

  18. No primeiro vídeo consegui entender por que ele era tão revoltado… kkkkkk

  19. que porra doentia é essa? tem uns otários que ainda fazem homenagem a essa porra!!!

  20. Débil mental foxxxx!

  21. kkkk já tinha visto algumas matérias a respeito da figura, mas confesso que não lembro dele (sou de 1985).

    Enfim.. muito insano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm