sudo yum install newrelic-php5 sudo newrelic-install install
quinta-feira , 22 fevereiro 2018
10 truques para convencer seu cérebro a fazer o que você quer

10 truques para convencer seu cérebro a fazer o que você quer

Artigo originalmente publicado na revista LIFEHACKER, criado a partir de uma série de matérias anteriores sobre o funcionamento da mente humana. Soa estranho dizer que nosso próprio cérebro precise ser ludibriado, mas há dados científicos suficientes para afirmar que nossa consciência é sabotada por certos mecanismos cerebrais, isto é, nosso pior inimigo mora dentro de nossa própria cabeça. Essa verdade que vem sendo desvendada pela neurociência está presente na sabedoria popular, desde os gregos, que estampavam na fronte do templo de Apolo (em Delfos) o aforisma: “Conhece-te a ti mesmo”. Baseado nas mais interessantes descobertas sobre os meandros da mente foi produzida esta lista de 10 dicas para treinar seu cérebro a agir como você quer que ele aja. Vamos a ela:

10. Permaneça saudável ao invés de ceder às tentações:

Como já foi explicado no artigo Desvendando os mistérios da mente e seus segredos, a simples menção a uma comida gordurosa como chocolate ou batata frita é suficiente para a mente simular todo o processo da degustação, dando uma sensação desesperada de realizar o desejo. Trapacear o desejo da mente satisfazendo a vontade com um alimento saudável ou realizando um exercício físico é uma forma de ensinar o cérebro a desejar essas realizações, ao invés das práticas não saudáveis. O truque (nada fácil, mas eficaz) serve para a preguiça também. Como foi descoberto, pensar em exercícios pode fazer com que seu corpo passe a realizar o metabolismo semelhante ao exercício, também.

9. Livre-se das tranqueiras que guarda:

Com o passar do tempo vamos acumulando tranqueiras de utilidade duvidosa, os famosos “um dia acho que vai ser útil”, mas, quando organizamos a casa, resistimos a jogá-las fora, pois nosso cérebro nos convence de que haverá alguma utilidade, um dia, para aquele objeto. Tente pensar o contrário: e se você perdesse tudo, o que você compraria novamente e o que você deixaria de comprar. Seja coerente e não ceda às tentações de seu cérebro em justificar o apego, desapegue.

8. Faça seu dia durar mais, ao invés de desejar que ele acabe:

Faça seu cérebro receber novas informações, aprendendo alguma habilidade nova, conhecendo gente nova, visitando algum lugar ou fazendo um percurso diferente, pois quanto mais informação a mente é obrigada a processar mais ela sente que o tempo passou, isto é, dá a sensação de que se viveu mais. É um truque para fazer parecer que o dia foi mais produtivo e mais bem aproveitado fornecer novas informações ao cérebro. A melhor dica é dedicar-se a desenvolver aluma habilidade nova, como idioma ou arte.

7. Termine o que começou, ao invés de procrastinar (deixar para depois):

Uma das sabotagens mais destrutivas que seu cérebro aplica em você é a informação de que uma tarefa pode ser concluída depois, relaxando a energia dispensada na sua realização, alimentando a preguiça. Seu cérebro não quer terminar uma tarefa, quer abandonar o barco o tempo todo, receoso dos riscos de dar errado. Engane-o mudando o ambiente (coloque uma música desconhecida, mude a iluminação do lugar) e reavalie seus objetivos, percebendo os benefícios a longo prazo. Treine-se para concluir tudo o que começa, cada tarefa que começa.

6. Faça amigos ao invés de inimigos:

Parece óbvio, mas não é. Quando alguém erra com a gente, é mais fácil torná-lo alguém indesejado que dar-lhe o benefício da dúvida. Quando essa pessoa é um chefe ou familiar, enganamos nosso cérebro para aceitar a possibilidade do erro, “tornamo-nos ingênuos”. Faça o mesmo com outras pessoas, tente se envolver em alguma tarefa difícil com ela, obrigando o envolvimento cooperativo. E se esse outro alguém não gosta de você, engane o cérebro dele pedindo-lhe um favor.


Pense positivamente5. Foque na positividade ao invés da negatividade:

Teoria da Poliana. Seu cérebro é capaz de fazer você odiar algo que adora, nós somos suscetíveis e, às vezes, um pequeno detalhe (dentro do todo) no dia que dê errado faz o cérebro nos iludir de que tudo está errado, é o fenômeno da contaminação. Engane seu cérebro ressignificando o erro de modo a parecer um benefício, ou seja, veja o lado bom do fato. Reforçar a recordação dos fatos positivos vividos no dia também é um bom truque.

realidade4. Tome suas decisões baseado na realidade e não no seu otimismo:

Às vezes somos demasiado otimistas e acabamos por balizar nossas decisões em expectativas sem bases sólidas de realidade. A possibilidade do fracasso é enorme. Isso ocorre porque nosso cérebro antecipa a sensação prazerosa da conquista (mesmo que utópica), tornando difícil decidir coerentemente. A ansiedade faz isso com sua mente. Fique atento à esse truque. Forneça à sua mente uma dose cavalar de realidade nua e crua, pondere a possibilidade do fracasso total, equilibre as forças e pense com base na realidade.

piggy-bank3. Guarde dinheiro ao invés de desperdiçá-lo:

Outra dica que parece óbvia, mas não é. Nosso cérebro vive numa tensão de coerção e satisfação, ele esquece rápido o que é não ter dinheiro e costuma buscar compensar a sensação de privação da economia com algum exagero de consumo. Piora mais a situação o fato de vivermos cercados de estímulo ao gasto. Treine seu cérebro a resistir usando mantras de controle financeiro, faça uma lavagem cerebral dizendo para si mesmo que deve guardá-lo, mas, antes disso, procure ter bem claros os objetivos financeiros que tem, como adquirir um imóvel, alcançar uma cifra de economia que permita viver um tempo sem trabalhar, ou algo parecido. Essa meta é fundamental para o controle ter significado.

positive2. Seja mais feliz:

Essa dá até raiva. Todos nós queremos ser felizes, sempre mais felizes, não? Seu cérebro não funciona assim, é mais fácil falar que se quer ser mais feliz do que sê-lo, até porque felicidade é um conceito difuso. Ao invés de “resolver ser mais feliz” (que pode se tornar um projeto grande e nebuloso demais), realize coisas pequenas como fazer exercícios, dormir melhor, sair de casa, ações que podem te tornar mais feliz sem que você perceba.

Narciso - Caravaggio1. Perceba definitivamente que o mundo não gira ao seu redor

A frase é um clichê, todo mundo diz isso, mas o cérebro tem uma pulsão em centrar a existência ao seu redor, transformando os fenômenos do mundo (que não têm nada a ver com você) em acidentes a seu favor ou contra você. Se algo acidental der errado com você não é o universo que conspira contra, mas apenas um acidente. A vida não liga a mínima para você, o mundo simplesmente acontece, pessoas passam, carros batem, mas seu cérebro insiste em coordenar um sentido, uma ordenação nesse caos e, bingo, você está no centro dessa ordenação. Não caia nessa sabotagem, mantendo constantemente a noção de sua posição na existência. Não ceda à tentação de achar que “tinha que ser comigo!”.

Sobre Adriano Dias

Adriano Dias é um dos idealizadores do projeto, articulista e mergulhador no "mar de signos" em busca de formas curiosas e relevantes de cultura. Também leciona literatura, gramática e técnicas de redação como profissão.

2 comentários

  1. adorei as vezes fica meio obvio que o universo nao conspira ao nosso favor … apenas acontecem e seu destino ; que bobagem as pessoas achar que e o centro do mundo .

  2. Irado curti mesmo, sao coisas obvias q nem sempre ficam claras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Scroll To Top
sudo rpm -Uvh http://yum.newrelic.com/pub/newrelic/el5/i386/newrelic-repo-5-3.noarch.rpm